sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Minha 2° Fiv

Vim contar minha experiência em fazer fiv longe de casa.
Depois da primeira fiv em minha cidade, fazendo um resumão, tive 3 blastos, transferi 2 congelados, beta positivo e regrediu, o último embrião transferido o teste de farmácia positivou e tbm regrediu. Voltamos no médico e fizemos todos os questionamentos e ele me disse que não tenho nada p/ pesquisar e era só tentar novamente. Fomos na clínica concorrente e tivemos a mesma opinião.
Me senti muito frustrada pq queria respostas, falta de sorte pra mim não é o suficiente.
Início desse ano criei um grupo no whats de mulheres tentantes da minha cidade, recebi uma indicação de uma médica de outro estado,  trocamos alguns emails, pediu alguns exames e partiu correr atrás do sonho.

Marquei a primeira consulta, comprei passagens e fui sozinha. Aconteceu alguns contratempos.
Perdi meu cartão de crédito, motorista desagradável do uber perguntou se eu tinha filhos e disse q já estava na hora, minha mãe liga p empresa atrás de mim (viagem segredo), turbulência na volta pra casa.. e por aí vai. Mas eu firme e forte não desanimei.

Iniciei o tratamento em abril, usei o primeiro medicamento em casa, enlova 150 pra dar aquele up nos óvulos e no 7°dia já estava na outra cidade fazendo as us.
Foram mais 9 dias de indução. Cheguei numa quarta sozinha e marido só pode ir no sábado, passei o maior trabalho p fazer as aplicações,  a medrosa aqui não consegue fazer sozinha e nem em ngm rsrs
Tive q sair todos os dias atrás de farmácia.. e depois trancada no quarto esperando os dias passarem.
Marido chegou no sábado aí ficou melhor, passeamos, conhecemos um pouco da cidade, passamos a maioria do tempo na rua.
Chegou o tão esperado dia da punção, era uma quinta feira, marcamos para as 9hs da manhã. Marido e eu fomos de carro, como não conhecíamos a cidade, inventamos de usar o bendito gps, nos levou p outro lado do mundo, eu fiquei desesperada, a médica me ligando, as recepcionistas da clínica me ligando, eu não sabia dizer onde tava, comecei a chorar de nervosa rsrs.. Concluindo, deixei o carro e o marido e acabei pegando um taxi e me levou p/ endereço correto. Cheguei na clínica umas 10hs, chorando,  a equipe toda me esperando,  a anestesia não pegava, a médica já estava iniciando os procedimentos comigo acordada pra adiantar por causa do horário.. que sufoco!
Finalizou, acordei ainda meio atordoada, fomos pra casa, sensação muito ruim de enjôo, desmaio, não conseguia levantar da cama. Talvez tenha sido pq como estava muito nervosa e a anestesia não pegava, foi necessário usar uma dosagem maior, e o estômago vazio, foi um prato cheio.
Na sexta fui pra casa, não via a hora, mas não tinha acabado por aí. 
Foi a vez do sufoco pra saber quantos implantaram e a evolução.  Cada dia era uma tortura,  de todo procedimento essa foi a pior parte. No primeiro dia tinha 9 óvulos, segundo dia a dra disse que só 5 fertilizaram, eu questionei que eram poucos, então ela se corrigiu e disse que eram 6 fertilizados. No terceiro dia estavamos com os 5 lindamente se desenvolvendo,  por fim me restaram meus 3 blastocistos.
Não fiquei muito satisfeita com o resultado, esperava no mínimo uns 4, porém preciso apenas 1 e isso já é suficiente.
Então aqui estou eu aguardando apenas o momento certo, vou acompanhar o hormônio do tsh regular pra logo marcar o dia e buscar o meu lindão.
Os dias estão demorando uma eternidade pra passar, mas a paciência faz parte do pacote,  afinal o q é alguns dias pra quem esperou 6 anos? Quase nada né!

Por hoje é isso!
Bjss e ótimo fds

domingo, 13 de agosto de 2017

Dia dos pais

Mais um ano, mais uma data, mais um dia dos pais. O coração ta aqui apertadinho por ver tantas homenagens e comemorações e ainda não ter chego nossa vez.
Sou grata a Deus por ter meu paizinho e sogro pra parabenizar por esse dia, mas mesmo assim ainda é uma data incompleta :/

Essa semana fiquei chateada, esperei desde abril o mês de agosto chegar, contei os dias para iniciar o ciclo e finalmente buscar meus presentinhos, mas infelizmente ainda não deu!

No mês de abril fiz as induções na outra cidade, fui com o marido, ficamos lá por quase 2 semanas, longe de casa, escondido de nossas famílias, nosso tto é segredo e por várias questões decidimos não dividir com ngm. Talvez um dia eu conte, para servir de testemunho.
Voltamos pra casa, e deixamos congelados lá nossos 3 bebezinhos, com a esperança de voltar o mais breve possível.

Tivemos q aguardar alguns meses pra nos organizarmos financeiramente, dessa vez como foi em outra cidade,  tivemos o gasto dobrado, aconteceram algumas mudanças na nossa vida pessoal e decidimos que iniciaríamos o preparo da tec em agosto.

Esse mês iniciei com a medicação, marquei alguns exames hormonais e ficamos surpresos com o tsh baixíssimo 0,01, ou seja, tudo cancelado! Como fiquei triste, chorei tudo o que tinha, mas tive que aceitar que ainda não era a hora.

Dizem as mamães que a fase de tentante demora, mas depois que o bebê chega o tempo voa.. Até acredito q tudo passe mesmo muito rápido,  mas pra quem ta tentando ainda, só Deus sabe como cada dia do mês esperando iniciar ou finalizar um ciclo parece que é uma eternidade!!

Bom, então cá estamos nós aguardando ainda, esperando passar alguns dias e repetir o exame do tsh, regular o medicamento e aguardar um novo ciclo pra inciarmos o tratamento.

Bjss e até a próxima =)

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Desanimada!


Tem hora que tudo cansa.
Cansa esperar, cansa pedir, cansa sonhar, cansa planejar..
Não sou negativa, mas tem hora que dá vontade de por pra fora tudo que ta trancada aqui dentro.
Juro q não entendo o propósito de tudo isso, e duvido um dia entender.
Sabe aquele sentimento de que o que eu devo ter feito de ruim pra passar por isso?
Sinceramente não sei, talvez um dia eu tenha a resposta.
Quem sabe!